segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Fórum 20 anos RBE... Monitores do CRE ao serviço!


Criada em 1996, por despacho conjunto entre o Ministério de Educação e da Cultura, a rede escolar portuguesa conta já com 2426 bibliotecas, em escolas de todas as tipologias e níveis de ensino.

Para comemorar os 20 anos da existência da rede de Bibliotecas Escolares, o Ministério da Educação, em parceria com o Instituto Calouste Gulbenkian, realizou um fórum no dia 14 de Outubro, que contou com a presença de, entre outros oradores, Ismail Serageldin, Diretor da mítica Biblioteca de Alexandria.

Foi um dia de memórias e de projeção para o futuro. Recordaram-se os que começaram este caminho e apontaram-se novas experiências e projetos para os percursos das Bibliotecas Escolares nos próximos anos.

Os monitores do CRE foram chamados a participar neste último campo – mostrar como utilizar novos dispositivos (com aplicações em iPad para as leitura e trabalho curricular nas várias disciplinas) e apontar novos projetos (numa antiga carrinha das Bibliotecas Itinerantes da Fundação Gulbenkian).

Os monitores mais experientes dedicaram-se aos dispositivos móveis orientados pelo professor Pedro Ucha e os mais novos cuidaram da carrinha apoiados pela Dna. Teresa.

Ao longo do dia foram muitos os participantes do fórum que passaram pelas mesas do átrio central e contactaram com aplicações digitais em vários domínios e puderam experimentar criar filmes, músicas, textos e ilustrações, fazer jogos matemáticos, descobrir conteúdos científicos, trabalhar competências específicas com alunos do ensino especial…

Lá fora, na carrinha, para além dos participantes do fórum, passaram muitos turistas e visitantes da Fundação que aproveitaram para conhecer alguns projetos em curso em parceria com diferentes instituições e cobrindo as mesmas áreas que os iPads demonstravam no interior.

O momento alto do dia foram as duas visitas da tarde: o presidente da República, Marcelo Ribeiro de Sousa e o comediante Ricardo Araújo Pereira. Que pela iniciativa dos monitores visitaram a carrinha itinerante.

O entusiasmo, competência e dedicação dos Monitores do CRE grandeou a admiração de todos, um agradecimento pessoal da diretora da Rede de Bibliotecas Escolares, Manuela Silva, e um pedido do Presidente da República para visitar a nossa escola.

Aqui ficam mais algumas imagens do dia…




quarta-feira, 19 de outubro de 2016

À descoberta da BE do Pego Longo



No dia 13 de outubro, o 1, ºF da Escola EB1/JI de Pego Longo foi “descobrir” a biblioteca da sua escola.

Primeiro viram o filme “A Revolta dos Livrinhos” onde os livros demonstravam a sua tristeza por não terem a visita dos meninos da escola. Claro que no final tudo acabou bem, os meninos começaram a ler muitos livros, ficaram mais sábios, todos passaram de ano e professores, pais, meninos e livrinhos ficaram muito felizes.

Em seguida, o 1. º F observou que os livros estão arrumados nas estantes, por assuntos, e a cada assunto corresponde uma cor que também está presente na cota de cada livro.

Depois foi “pôr as mãos na massa”. A cada menino foi distribuído um livro cujas imagens tinham que descobrir de entre muitas que se encontravam nas suas mesas.

Aqui ficam alguns registos desses momentos de entusiasmo.

    

domingo, 16 de outubro de 2016

Grelha PNL/Metas 2016-2017


Cruzando as solicitações de todos os docentes que trabalham com obras PNL e outras relacionadas com a Educação Literária aqui fica a grelha deste ano...



terça-feira, 4 de outubro de 2016

Dia Mundial da Música


Para assinalar o Dia Mundial da Música o CRE preparou um programa para o pré-escolar e 1.º ciclo e outro para o próprio CRE.

Para o pré-escolar e 1.º ciclo a Prof. Laura Braga propôs:
1. Visionamento do filme “Mozart, menino prodígio”



2. Construção de um instrumento musical com latinhas.
     Material: 1 lata de refrigerante, pedras pequeninas, fita adesiva.
     Como fazer: Lavar a lata, deixar secar bem, encher até um terço com as pedrinhas, tapar a abertura com fita adesiva.
     Como tocar: Balançar com a latinha ao ritmo da música “Pequena Música Noturna”ou/e a “Sinfonia nº40”.
3. Visionamento do filme “Mozart Alla Turca” Mellody Street
4. Realização da ficha sobre os instrumentos musicais.

Para o 2.º e 3.º ciclo o CRE preparou um desafio em Kahoot no qual participaram 7 turmas de 2.º ciclo.



   

   

Ecos do FOLIO 2016



Realizou-se em Óbidos a segunda edição do FOLIO – Festival Internacional de Literatura de Óbidos, organizado pelo Município de Óbidos e que este ano celebrou a Utopia de Thomas More.

Entre o grande leque de convidados destacamos o Nobel da Literatura V.S.Naipaul e Salman Rushdie e autores portugueses como Miguel Sousa Tavares e Afonso Cruz.

No âmbito do FOLIO EDUCA – onde se combina educação, literatura e literacia, o festival contou com um grupo especial - As TECLAROFA, ou seja, Teresa Saborida, Cláudia Almendra, Rosário Silva e a nossa professora bibliotecária Fátima Pina.


Numa oficina de escrita criativa - Escritas na Adega: escrever direito por linhas tortas - realizaram várias atividades de escrita criativa que podem ser replicadas em ambiente escolar.


Tudo começou com uma NOVELOTECA, da autoria de Ana Madureira, convidada da equipa, em que ao ritmo da dobagem de uma meada, duas pessoas se descobrem mutuamente numa conversa informal com a intimidade que uma atividade tão próxima e simples ajuda a criar. Finda a dobagem cada um expressa num pequeno "livro" o que descobriu acerca do outros. Todas as formas de registo são permitidas: escrita, ilustração...

    


A proposta seguinte teve por base a livraria. POESIA DE LOMBADAS é algo que só se pode realizar num espaço cheio de livros, em que passando pelas estantes se vão recolhendo livros para depois montar poemas.


Numa oficina de escrita criativa estava a faltar a narrativa que entrou através da história fictícia da Dna Ermelinda, antiga dona da Adega e que foi assassinada por um amante por se recusar a indicar onde escondera um suposto tesouro. Claro que as TECLAROFA descobriram o tesouro dentro do lagar e, espanto, eram 5 os tesouros, um para cada grupo. Assim, cada grupo recebeu um tesouro recheado de objetos antigos da Dna Ermelinda. Não se tratava de ouro, mas sim de verdadeiras jóias do passado, as suas recordações de viagens, objetos privados, memórias de tempos felizes e não só.
Cada caixa um sentido: coisas para cheirar, coisas para ver, coisas para sentir, coisas para ouvir, e com maior sucesso, coisas para provar.
Surpresa, no fundo da caixa um objeto de escrita - estamos numa oficina de escrita - um iPad.
Desta atividade surgiram textos fantásticos...



   

A encerrar a sessão, um olhar para o futuro, um bilhete para a utopia, uma viagem de um ano, que expectativas... Aqui cada um descreveu o seu sonho utópico, o que gostaria de alcançar nesta viagem de um ano no comboio da utopia!


Só faltava uma coisa. Descobrir o mistério das TECLAROFA, a origem do seu nome... e a vencedora ganhou uma garrafa de vinho tintu rótulo exclusivo.


E a equipa chegou ao fim...




sábado, 24 de setembro de 2016

 descoberta do CRE 2016


Com um nove ano e 7 novas turmas no 5.º Ano, o CRE voltou a realizar a atividade - À descoberta do CRE.

Ao longo da semana cada turma veio passar duas aulas ao CRE. Nessas aulas os alunos ficaram a conhecer o espaço com as suas diferentes zonas funcionais, as regras de acesso e permanência, a forma de organização dos documentos e de os requisitar e alguns dos projetos em que vão participar ao longo do ano.


As sessões começavam com uma breve apresentação do CRE a que se seguia a leitura do guia do utilizador e resposta a questões. Nesta fase os alunos trabalharam em grupo com o apoio das professoras bibliotecárias, das funcionárias e dos monitores de serviço.




A realização das atividades previstas na ficha foi interrompida para apresentação de um PPT com a forma de encontrar e requisitar documentos e equipamentos no CRE.



No fim, o jogo em Kahoot revendo tudo o que se fez.
Esta foi a parte mais animada das sessões com todos os alunos a tentar recordar cada um dos pormenores para vencer o desafio.

Aqui ficam as imagens da semana...


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

O projeto dos Monitores do CRE é notícia...

Numa entrevista ao jornal Expresso, a diretora nacional da Rede de Bibliotecas Escolares - Dra. Manuela Silva - dá o exemplo do projeto dos Monitores do CRE como exemplo de como as Bibliotecas Escolares podem participar na formação e crescimento dos alunos.

A entrevista pode ser lida Aqui

sábado, 17 de setembro de 2016

Pordata Kids

A Fundação Francisco Manuel de Melo tem vindo a desenvolver o programa Pordata Kids, onde as estatísticas são apresentadas especialmente para as crianças.

Na sua área de jogos podes encontrar uma descobrir factos sobre o nosso país num formato divertido como por exemplo: Sabias que cada um de nós produziu, em média, cerca de 450 quilos de lixo em 2012? É mais ou menos aquilo que um cavalo pesa!

Na área destinada às escolas encontras fichas de trabalho para apoio às disciplinas de Estudo do Meio, História e Geografia de Portugal e Matemática. 


sexta-feira, 16 de setembro de 2016

CRE à la carte 2016-17

O Programa CRE à la Carte apresenta as propostas de articulação entre as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Queluz-Belas e as turmas dos diferentes estabelecimentos de Ensino.

Como o nosso Agrupamento é composto por 10 escolas com 16 salas de pré-escolar, 56 turmas de 1.º ciclo, 28 de 2.º Ciclo, 37 de 3.º ciclo e 32 de Ensino secundário, tornou-se necessário criar um programa que permitisse fazer a articulação com todos, garantindo o cumprimento da Missão da Biblioteca Escolar num universo tão vasto e diversificado.

Neste cardápio, já com alguns anos de existência, mas novo todos os anos, encontramos propostas para todos os ciclos de ensino e todas as disciplina curriculares. O Programa cobre as diferentes áreas de intervenção da Biblioteca Escolar nomeadamente nas áreas da literacia da leitura, da informação e dos media.

Aqui fica o Programa CRE à la carte para 2016-17...

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Ser Prof. na Galopim


Ser Professor não é uma mera profissão. É uma missão!

A missão de dar resposta ao pedido dos Pais e da Sociedade para apoiar e orientar a formação/educação das gerações futuras. Ser Professor é uma tarefa aliciante e comprometedora.
O professor ensina, aprende, forma, educa, apoia, comunica... 




Neste começo do ano os Monitores do CRE prepararam um pequeno presente de boas-vindas para os professores da escola, querendo marcar este recomeço com um ato de reconhecimento e respeito por todos os que ao longo do ano letivo os vão ajudar a crescer. 

  

  




quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Monitores de volta ao trabalho!

Os Monitores do CRE estão de volta ao trabalho.

Convocados ao trabalho, logo no dia de receção aos alunos novos, foram muitos os Monitores que responderam à chamada e vieram receber os colegas.

Foi bom ver de novo estas caras lindas, mais crescidas e sempre empenhadas.

Obrigada a todos e bom ano!

Receção às turmas do 5.º Ano

A Golopim tem 7 novas turmas de 5.º Ano.

No seu primeiro dia na nova escola alunos e pais foram recebidos pelo Diretor do Agrupamento Dr. José Brazão, pela subdiretora Eng.ª Fátima Fernandes e pelos Coordenadores da Escola Dr. Luís Mira e Dra. Ana Reis.

Depois das palavras de boas vindas dos responsáveis da escola e também dos alunos monitores do CRE, representados pelo João Maia e peaa Raquel Peres, os alunos foram apresentados aos seus diretores de turma e realizaram uma visita à Escola.

A visita à escola contou, como não podia deixar de ser, com uma passagem pelo CRE, Neste primeiro contacto os alunos fizeram uma visita rápida orientada pelos Monitores do CRE e os pais tiveram uma visita só deles orientada pelas professoras Fátima Pina e Laura Braga e pela AO Teresa Fernandes.

Um bom ano para todos...

Bem-vindos a 2016-17

Começa hoje mais um ano letivo na EB prof. Galopim de Carvalho e a equipa do CRE dá as boas-vindas a todos os que este ano vão partilhar este espaço de aprendizagem e convívio.



terça-feira, 7 de junho de 2016

Je slam pour la santé

A atividade «Je slam pour la santé», implementada pela estagiária Lara Fortes com a colaboração da Professora Cristina Sousa, no âmbito da disciplina de francês, teve lugar no dia 25 de maio e contou com a empenhada participação das turmas 8º F e 8º I.

O slam surgiu nos Estados Unidos, na década de oitenta. Foi criado nas ruas, por grupos contestatários, que usavam a palavra e o seu ritmo para contestar os mais variados aspetos da sociedade. Este movimento foi perdendo o pesado tom contestatário, saiu das ruas e extrapolou fronteiras, instalando-se em bares, salas de espetáculo e recintos escolares.

Considerado um meio de expressão artística, social e cultural, o slam recupera a expressão poética num formato moderno e próximo do quotidiano dos alunos.

Esta atividade contribuiu para promover a interação e desenvolver a criatividade e expressividade dos alunos, ao nível da oralidade.

Um especial agradecimento a todos os que tornaram possível este momento.


terça-feira, 24 de maio de 2016



No âmbito da Missão Power Up, projeto educativo sobre a eficiência no consumo de energia, o aluno João Natário, do 9º I, em nome da Equipa “The Electric Team”, pôs mãos à obra, e criou um mega cartaz onde a imagem fala por si. 

A pintura foi executada à base de pastel seco e representa as duas faces de uma cidade: a face poluída (cidade industrial) e a face mais ecológica e mais amiga do planeta (cidade rural).

Este mega cartaz convida para uma viagem através dos perigos que espreitam o nosso planeta, pois as notórias diferenças na paisagem levam a concluir que os efeitos da poluição provocada pelo Homem no planeta são reais e que é urgente uma redução no desperdício energético.

Esta pintura foi oferecida à nossa escola e, doravante, ficará exposta numa das paredes do CRE.

“Acreditamos que podemos informar e sensibilizar com Arte!”

Artigo escrito pelo aluno João Natário do 9.º I